segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Por quê?

Por quê? Por que somos presos a pessoas, sentimentos, momentos, passado, ideias, futuro, idealizações? Por que simplesmente não ignoramos os sentimentos? Por que tem gente que o faz? Por que ignorar o que se sente se é isso que faz viver? A vida é uma correlação doentia entre pessoas, qualquer tentativa de não ser dependente destas nos torna mais dependente de alguma coisa. Um vício supre o outro, até a mania em não ter vícios é um vício. Quais seus vícios? O que você sente? E com o que você luta todo dia? Esse texto não é de auto-ajuda, se é que está parecido, é só uma tentativa de exteriorizar minha ideias que não por lágrimas. O porquê? Vamos começar por esse texto podre que está sendo publicado, o resto é todo o resto.

Um comentário:

Fernanda Bergami disse...

As pessoas não ignoram sentimentos, elas só lidam com eles de forma particular, interiorizam e encaram eles todos os dias antes de dormir. Mas me disseram q isso dá até câncer... :)