terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Fraqueza

Se um samba a ti fosse por mim feito, que cheiro se ouviria? Se as rosas exalassem tua presença, de que cor a vida se perfumaria? Tu és o encanto do desconhecido, o par do mistério. Enquanto quase nada de ti sei, mais de ti tudo quero. Quero descobrir tuas fraquezas, não teus dons; quero tirar-te do altar e colocar-te ao meu lado. Quero a tua vergonha em meu peito, teu pranto em minha dor. E se não for assim, não te quero, pois não seria real, não seria sincero. Desculpe-me a turbidez dessas palavras, ou desta carta destinada a ti, mas se não fosse assim, não seria a minha fraqueza exposta, não seria mim, seria apenas fim.

6 comentários:

Eduarda Vasconcellos disse...

As pessoas que desejamos são nossas fraquezas.

Andressa disse...

esse ficou muitoo bom.. gosteei mesmo ;)

Kênnia Méleus disse...

Belíssimo, como sempre.

Rafaella B. disse...

Já te acompanho há algum tempo. Gosto da maneiro como você organiza as palavras.

Tem selo para ti em meu blog.

Maria disse...

Simplismente LINDO! Estou seguindo aqui. Tem um selinho pra ti no meu blog, espero que goste. http://umprofundosentimento.blogspot.com/p/selos.html beijos (=

deia.s disse...

"Quero descobrir tuas fraquezas, não teus dons;"

Isso me lembrou uma pessoa, uma pessoa que sinto muito falta, e já não vejo mais :/